Pernambuco.com



Pesquisa personalizada



Publicidade

Debates ampliam divergência sobre liberação de bebidas na Copa
Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR
28/03/2012 | 21h32 | Esporte



Compartilhar no Facebook  Compartilhar no Twitter Enviar por e-mail Imprimir

Os parlamentares continuam discutindo a liberação das bebidas alcoólicas na Copa do Mundo de 2014. A oposição quer incluir no texto do projeto da Lei Geral da Copa a vedação expressa da venda dessas bebidas, enquanto o governo defende o texto do relator, que deixa a negociação para a Federação Internacional de Futebol (Fifa) e os estados que tenham legislações contrárias.

Para o líder do PSDB, deputado Bruno Araújo (PE), "é uma covardia" o Congresso não decidir sobre o tema e delegar a decisão para os estados. O líder do PPS, deputado Rubens Bueno (PR), destacou que a liga de futebol europeia (Uefa) decidiu banir a venda de bebidas nos estádios.

Já o deputado Anthony Garotinho (PR-RJ) disse que os parlamentares "não querem seus filhos perto de bêbados" e, dessa forma, seriam hipócritas de aprovar a venda de bebidas alcoólicas.

Por outro lado, o presidente da comissão especial que analisou a proposta, deputado Renan Filho (PMDB-AL), criticou o fato de toda a discussão sobre a proposta ter ficado limitada a esse ponto. "É muito triste estarmos num dia como esse apequenando a discussão na questão das bebidas alcoólicas, que não é a maior questão da proposta".

O líder do PV, deputado Sarney Filho (MA), destacou que a Copa é um "show" e que a venda dessas bebidas será uma exceção. "Não vamos decepcionar o povo brasileiro por causa de uma excepcionalidade", opinou.

Da Agência Câmara







Mais notícias





Conheça o Pernambuco.com
Últimas | Cidadão repórter | Divirta-se | Promoções | Gastrô | Turismo | Tecnologia | Pernambuco.cão | Mundo Ela | Cadastro | Quem somos
 Diario de Pernambuco | Aqui PE | Clube FM | Rádio Clube AM | TV Clube | Superesportes | Vrum | Lugar Certo | Admite-se
Copyright - Pernambuco.com | todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total do conteúdo desta página sem a prévia autorização | faleconosco@pernambuco.com