Pernambuco.com



Pesquisa personalizada



Publicidade

Sinagoga Kahal Zur Israel leva acervo à internet
Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR
22/03/2012 | 17h37 | História



Compartilhar no Facebook  Compartilhar no Twitter Enviar por e-mail Imprimir

Vinte anos de pesquisas sobre a cultura e história judaica rendem um valioso acervo de documentos, livros, objeto variados e imagens que remontam aos séculos 17 e 20. Em breve, esse material estará à disposição de qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo, com apenas um click. A iniciativa surgiu de um projeto de modernização da Sinagoga Kahal Zur Israel, a primeira congregação judaica das Américas, localizada no Bairro do Recife, e deverá ser concluída até o final do ano. Acompanhando a evolução digital, novidades estruturais também estão previstas para quem não abre mão da visita ao centro histórico.

O site da sinagoga (www.arquivojudaicope.org.br) terá um novo sistema de banco de dados que dará acesso ao material a partir de um cadastro feito pelos usuários. A nova página também proporcionará ao internauta um tour pelas dependências da sinagoga. “Ao longo do tempo, muito dessa história esteve armazenado apenas na cabeça dos pesquisadores. Nós vamos dispor de um banco de dados contendo essas pesquisas, o que facilitará o acesso”, explica Vicente Beltrão, diretor de tecnologia da BVR Consultoria, empresa de tecnologia da informação que está implantando o sistema.

Outra novidade são os projetos de acessibilidade na sinagoga. “Muitos não podiam subir para ver as outras exposições, mas instalamos um elevador especial, que estará funcionando em até 12 dias, para facilitar a visitação dos portadores de dificuldades locomotoras. Também reformamos os banheiros, adequando-os”, explica Tânia Kaufman, presidente do Arquivo Histórico judaico de Pernambuco.

Em paralelo, estão sendo criados projetos para dar autonomia a pessoas com deficiências visuais e auditivas. Mapas táteis, aúdio-legenda e gráficos em sinais de libras estão sendo elaborados sob a orientação de Laura Martins, especialista em acessibilidade da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e deverá ficar pronto em dois anos. “Queremos possibilitar o conhecimento da história judaica para todos”, explica Kaufman. O prédio também ganhou novo sistema de climatização e elétrico. Além disso, está sendo organizada uma biblioteca especializada em cultura e história judaica que vai funcionar no térreo.







Mais notícias





Conheça o Pernambuco.com
Últimas | Cidadão repórter | Divirta-se | Promoções | Gastrô | Turismo | Tecnologia | Pernambuco.cão | Mundo Ela | Cadastro | Quem somos
 Diario de Pernambuco | Aqui PE | Clube FM | Rádio Clube AM | TV Clube | Superesportes | Vrum | Lugar Certo | Admite-se
Copyright - Pernambuco.com | todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total do conteúdo desta página sem a prévia autorização | faleconosco@pernambuco.com