Últimas Diversão Comunidade Tecnologia Esportes Turismo Quem Somos
Diario de Pernambuco TVGuararapes Radio Caetés Rádio Clube
Edição de Quinta-Feira, 14 de Outubro de 2004 
Vida Urbana | PM ocupa três favelas no bairro da Iputinga
   DIARIO
   Índice Geral
   Expediente
   Ed. Anteriores
   Assinaturas
   História
   CADERNOS
   Política
   Brasil
   Mundo
   Economia
   Esportes
   Vida Urbana
   Viver
   SUPLEMENTOS
   Revista da TV
   Empregos
   Domingo
   Interior
   Viagem
   Informática
   Carro
   Imóveis
   Saúde
   Diarinho

    SERVIÇOS

   Loterias

VIDA URBANA
PM ocupa três favelas no bairro da Iputinga
Ação foi para prender membros de grupo que aterroriza moradores
A Polícia Militar ocupou ontem as favelas do Detran, Ayrton Senna e do Caiara - na Iputinga - para tentar prender os integrantes de uma gangue que estaria ameaçando e expulsando moradores desde a segunda-feira, quando foi preso o líder do grupo (um menor identificado como Bigode). Na operação, foram mobilizados 43 homens, em 37 motocicletas e duas viaturas, da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam), que circularam pelas ruas das favelas, revistando transeuntes e procurando eventuais esconderijos da gangue. Apesar da ação, apenas três pessoas, que estavam consumindo maconha, foram presas.

  Para cercar a área, os policiais se dividiram em grupos de três, deslocando uma parte do efetivo para as margens do rio Capibaribe, na tentativa de capturar algum bandido que escapasse do cerco. Durante a operação, os policiais da Rocam receberam apoio de homens da Radiopatrulha e do 13º Batalhão da Polícia Militar que se posicionaram na favela do Detran.

  Segundo o comandante da Rocam, major Wilton de Andrade,o principal objetivo da operação foi mostrar à população que já há segurança na área. "Estamos reforçando o policiamento para permitir que os moradores que vinham sendo ameaçados e estavam com medo dormir em casa possam retornar às suas residências", explicou. O major anunciou ainda que, a partir de hoje, seis PMs da Rocam estarão fazendo rondas permanentes nas favelas da Iputinga.

  No final da tarde de ontem, uma comissão de moradores da favela Ayrton Senna que foram ameaçados pela gangue do Bigode, se reuniu com o secretário de Defesa Social, João Braga, para pedir que a SDS instale um núcleo de segurança no local. Desde a última segunda-feira, cerca de 30 moradores da comunidade estariam dormindo na escola estadual Sílvio Jardim, em Casa Forte, com medo das ameaças feitas pela gangue.

  Um dos moradores, que preferiu não ser identificado, revelou que integrantes da quadrilha invadiram casas e cortaram fios de telefones para dificultar o contato com a Polícia. "Eles acreditam que nós denunciamos Bigodee por isso querem nos matar". Apesar das ameaças, João Braga garantiu que os moradores já podem retornar às suas casas. "Aqui não é o Rio de Janeiro, onde os bandidos expulsam as pessoas dos seus lares. Estamos reforçando a segurança da área e quem vai ter que fugir são os marginais".

Clique aqui e leia os Comentários

 

 
        Escolha aqui um canal do Pernambuco.com:
quem somos | contato comercial | sua opinião sobre o portal
Copyright 2004 - Pernambuco.com | todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total do conteúdo desta página sem a prévia autorização | faleconosco@pernambuco.com