Últimas Diversão Comunidade Tecnologia Esportes Turismo Quem Somos
Diario de Pernambuco TVGuararapes Radio Caetés Rádio Clube
Edição de Terça-Feira, 18 de Maio de 2004 
Especial | Saúde emprega 34,7 mil de forma direta
   DIARIO
   Índice Geral
   Expediente
   Ed. Anteriores
   Assinaturas
   História
   CADERNOS
   Política
   Brasil
   Mundo
   Economia
   Esportes
   Vida Urbana
   Viver
   SUPLEMENTOS
   Revista da TV
   Empregos
   Viver Mulher
   Viagem
   Informática
   Carro
   Imóveis
   Saúde

    SERVIÇOS

   Loterias

Especial Pólo Médico
Saúde emprega 34,7 mil de forma direta
Esse número corresponde a 15,6% do total dos empregos industriais
O Pólo Médico do Recife emprega 34,7 mil pessoas de forma direta, vinculadas a 3 mil estabelecimentos instalados no perímetro da Ilha do Leite. Os dados foram obtidos na pesquisa "Dimensão e Significado do Pólo Médico do Recife", realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais aplicadas (IPSA) da Universidade Federal de Pernambuco e Consultoria Econômica e Planejamento (Ceplan), em fase de conclusão. As vagas geradas pelo pólo correspondem a 2,2% do total do emprego formal e cerca de 15,6% do emprego industrial formal em Pernambuco. As estatísticas foram obtidas nos relatórios do Ministério do Trabalho e Emprego - Rais e Caged e do IBGE dos anos de 2001 e 2002.

  No grupo dos empregos formais (com carteira assinada) estão incluidos os profissionais da área médica, enfermeiros e paramédicos, além do pessoal de apoio, como recepcionistas, telefonistas, e funcionários de limpeza, conservação, segurança, vigilância e cozinha. Os pesquisadores consideram que o número de médicos empregados no pólo deve está subestimado, levando em conta que muitos deles são associados às cooperativas ou desenvolvem atividades como autônomos.

  O coordenador da pesquisa, professor João Policarpo Lima, do Departamento de Economia da UFPE, ressalta ainda as atividades indiretas vinculadas ao pólo, não mensurados pela pesquisa, que geram empregos informais e tercerizados em torno do Pólo Médico do Recife.

  Numa análise mais detalhada da importância do Pólo Médico como gerador de empregos no Recife, o estudo do IPSA revela que no ano de 2002, esse núcleo absorvia a mão-de-obra de 20,8 mil pessoas na cidade. A atividade que mais contratou novos trabalhadores foi a de atendimento hospitalar, com cerca de 56,4% do total das novas vagas criadas. As pessoas ocupadas nos serviços de complementação diagnóstica e terapêutica dos laboratórios, alcançam um total de 3,3 mil pessoas.

  Existe ainda outro contingente 3,2 mil pessoas que exercem "outras atividades" relacionadas com atenção à saúde no Pólo Médico. São os profissionais que atuam nas áreas de terapias não convencionais, as parteiras, os serviços de ambulância vinculados ao transporte, entre outras atividades de saúde. Além desses existem também os profissionais de saúde como enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonaudiólogos, fisioterapeutas, que alcançam um total de 1,2 mil pessoas ou 6% do total de empregados.

ATIVIDADES - Além dos empregos ligados diretamente à área de saúde, o Pólo Médico agrega outras atividades complementares, como as de informática e software, vendas de produtos farmacêuticos, manutenção de equipamentos, organizações educacionais e de pesquisa, associações profissionais, empresariais e de classe. A pesquisa identificou como atividade de destaque do elo da cadeia produtiva o comércio varejista de medicamentos e de artigos médicos, absorvendo 3,6 mil empregos formais em 686 estabelecimentos.

  As atividades desenvolvidas pelas organizações educacionais e de pesquisa ocupa um número significativo de 5,1 mil pessoas em 155 estabelecimentos. Há ainda o comércio atacadista vinculado aos ramos que têm articulação direta com o Pólo Médico. Em 2001, esse ramo de atividades agregava 1,3 mil pessoas distribuidas em 126 estabelecimentos, pelos dados da Rais.

  Outro ramo importante de atividade absorvida pelo pólo é o de informática e produção de softwares. Esse segmento emprega cerca de 1,6 mil pessoas em 143 microempresas.

 
        Escolha aqui um canal do Pernambuco.com:
quem somos | contato comercial | sua opinião sobre o portal
Copyright 2003 - Pernambuco.com | todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total do conteúdo desta página sem a prévia autorização | faleconosco@pernambuco.com