Edição de Quarta-Feira, 12 de Março de 2003
 
Início Diario de Pernambuco Vida Urbana Justiça decreta prisão de acusado de homicídio

Diario

Índice Geral
Expediente
Ed. Anteriores
Assinaturas
 

Cadernos

Política
Brasil
Mundo
Economia
Esportes
Vida Urbana
Viver
 

Suplementos

Revista na TV
Empregos
Viver Mulher
Viagem
Informática
Saúde
Carro
Imóveis
 

Serviços

Loterias

 

Vida Urbana

Justiça decreta prisão de acusado de homicídio

PROCURADOR

Foi decretada a prisão preventiva do procurador Alexandre Tadeu Rabelo de Lemos, acusado de ser o mandante da morte do jornalista Geraldo Pinheiro de Melo Júnior. A decisão foi publicada na edição de ontem do Diário Oficial do Estado, determinada pelo juiz da 4ªVara Criminal do Recife, Francisco Rodrigues da Silva. O jornalista foi assassinado em 1997, com dois tiros, no Cais de Santa Rita. Geraldo Pinheiro de Melo Júnior era chefe do Cerimonial do Tribunal de Justiça de Pernambuco. Também estão envolvidos no processo, acusados de praticar o crime, os policiais militares Moisés Pedro de Melo, Gilvan José de Souza e Severino Manoel dos Santos.

Comentários dos leitores

"Alguém até que enfim tomou as dores, pois até agora ninguém tinha falado nada sobre esse crime e o mandante continua trabalhando, agora com as filhas no lugar do Geraldo Pinheiro. Trabalho esse na parte musical. Em Recife gostaríamos que a sociedade tomasse conhecimento!!! Pois aqui ele não deixa aparecer nada na mídia. Ele é muito influente e a família dele tem muitos amigos políticos. É uma vergonha. Até o delegado afastaram! Mas a justiça divina não se corromperá. Abraço.", Ana Claudia Macedo Pinheiro, Te musical dos casamentos e eventos, por e-mail

"Finalmente justiça.", Fatima Lemos, por e-mail.








 

 
 
Sua Opinião


Copyright 2001 - Pernambuco.com

Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução parcial ou total do conteúdo
desta página sem a prévia autorização.
diario@dpnet.com.br